Quando vale a pena tentar a adoção de um gatinho arisco

Queridos leitores, hoje queremos compartilhar uma bela história de adoção que aconteceu recentemente.

No final do ano passado, uma gatinha muito arisca foi abandonada no parque. Dia após dia, os voluntários do Bicho no Parque tentavam ganhar sua confiança, mas ela continuava assustada. Pouco a pouco, com muito amor e paciência, a equipe foi ganhando a confiança dela.

Finalmente, depois de 45 dias, as voluntárias Ana Elisa e Karen conseguiram resgatá-la e a Mayena cuidou de sua castração. Porém, por continuar muito arisca e parecer ter um perfil mais selvagem, a ideia era devolvê-la ao parque. “Apesar disto, insisti em uma adoção. Achei que ela merecia uma segunda chance”, revelou Ana Elisa. Assim, a gatinha ficou em lar transitório com a Karen, enquanto o grupo iniciou uma campanha de divulgação.

“Logo apareceu a Vanessa mostrando interesse em adotá-la, mas como a filhote ainda estava muito assustada, tínhamos receio da adoção não dar certo. Mas a causa era do bem e o universo conspirou à  favor”, comemora Ana Elisa.

No final, deu tudo certo e a gatinha – agora chamada Melissa – finalmente descobriu como é bom amar e ser amada! ❤

E com esta história queremos mostrar que, mesmo quando um gato parece arisco, vale a pena ao menos tentar a adoção. Muitas vezes, por trás do jeito assustado do animal, existe um bichinho que já sofreu uma verdadeira saga de desamparo e maus tratos. Mas com paciência e carinho, muitas histórias podem ter um final feliz – igual ao de Melissa e sua nova mamãe Vanessa! 🙂

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s