Ajuda urgente! Lar temporáreo ou adoção

Amigos, vocês sabem que somos um projeto cujo foco são os felinos. Porém, semana passada nos deparamos com um fato muito triste que nos comoveu a todos e para o qual não podemos dar as costas. Mas precisamos de ajuda!

O Pit é um mestiço de Pitbull já adulto, que foi encontrado no parque, desolado, procurando pelo dono. Ele foi recolhido por guardas e levado a um lugar improvisado, ali mesmo, na espera de que o dono aparecesse. Mas o dono não deu as caras. Ou seja, foi abandono… descarte mesmo, sem dó :(.

O que eu fiz de errado? :(

O que eu fiz de errado? 😦

O problema é que Pit está muito triste e deprimido desde então. Passa os dias ali, cabisbaixo, pedindo ajuda. É de partir o coração pois ele não entende o que houve, o que fez de errado para estar ali, naquele cantinho improvisado e desconhecido. Quando alguém o leva para dar uma volta, ele fica olhando ao redor, cheira as pessoas, na torcida de que seu ex-dono apareça.

Cadê meu papai?

Cadê meu papai?

O fato é que Pit não pode continuar ali. Por isso, estamos desesperados em busca de uma alternativa para ele. Sabemos do preconceito das pessoas com animais adultos, e ainda maior com a raça Pitbull. Mas Pit é um fofo. Tudo o que tem de grande, tem de dócil e carente. É bonzinho, comportado, resignado.

**PIT PRECISA SER RETIRADO COM URGÊNCIA DO LOCAL ONDE SE ENCONTRA** Ele está em SP. Vamos achar um lar amoroso para ele? Alguém pode oferecer LT até que isso aconteça? Contato: nelsonnovaes@uol.com.br


Gatos em lar transitório aguardam adoção

A Andrea Podolski, criadora do Bicho no Parque, se afastou do projeto no ano passado, mas continua com 13 gatinhos em Lar Transitório e está à procura de adoção para os fofuchos. Visite o blog e divulgue a causa: http://bicho-adocao.blogspot.com

Conheça a gatíssima Luzes e outras fofuras para adoção


Gatas precisam de adoção ou lar transitório

A Marie (3 anos e meio) gosta de carinho, é ronronenta, tranquila, reservada e é mãe da Guinevere, gatinha abaixo - são inseparáveis.

Guinevere é filha da Marie, uma "bebezona de 2 anos" que mama até hoje. Por isso, o ideal seria que fossem doadas juntas. É espuleta, brincalhora, carinhosa. "Fica esperando a gente chegar em casa e se joga de barriga pra cima pra receber carinho", conta Helô.

A Melanie tem cerca de 4 anos e é mais assustadinha. Não é brava e nunca fez nenhum "fuuuuu". Precisa apenas de um lar tranquilo.

A Helô adotou quatro gatos do Bicho no Parque e tem oferecido Lar Transitório para outras três gatinhas. Porém, ela vai mudar para a casa do sogro e não poderá levar todos os sete. Queridos leitores, vamos ajudá-la a conseguir adoção ou LT para essas lindas mocinhas. Segundo a Helô, todas são super sociáveis com outros gatos e até cachorros. O e-mail para falar com ela é: hhpriedols@gmail.com


Fofurice: siamesa resgatada tem oito lindos filhotes

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Liliana Camargo, veterinária do projeto Bicho no Parque, resgatou essa linda gata que teve oito gatinhos. Apesar de serem recém-nascidos, vamos começar a divulgação para que todos sejam adotados daqui a algum tempo. Interessados em adotar filhotes e/ou a mamãe-gata, podem escrever comentário aqui no blog ou mandar e-mail para: lilianasaruman@hotmail.com

Divulgue a causa. As fofuras estão à espera de adoção.

Clique para ampliar a foto desejada:

Final Feliz

Ficamos sabendo nesta semana que todas essas oito fofuras e a mãe dos gatinhos foram adotados! Que alegria!


Vamos ajudar o Pastel achar sua família!

 

O gato Pastel foi adotado, mas não foi aceito pela gata da casa. Apesar das inúmeras tentativas de adaptação, não houve jeito e foi preciso separá-los, infelizmente. O fofucho voltou a um abrigo e aguarda adoção urgente. Pastel tem pouco mais de 2 anos, é doce, carinhoso, fofo e gosta de ser o “dono da casa”.  Vamos ajudá-lo?

Final feliz

Alegria: Pastel é adotado e encanta novos donos


Três filhotes são resgatados: um já conseguiu adoção

Branco leite

Esses três irmãozinhos foram encontrados pelo Bicho no Parque e encaminhados para o lar provisório da voluntária Aninha onde vão ficar até serem castrados. O macho já conseguiu adoção, mas as mocinhas (uma branca e uma rajada) estão à espera de uma família. Ajude a gente divulgar: essas fofuras precisam encontrar um lar!

Essa é uma das meninas!

Descobrindo o mundo!