Urgência no parque

Poucas vezes pedimos a ajuda de vocês. Mas hoje estamos aqui para pedir ajuda, qualquer uma, com um caso super grave. A Mimosa, gatinha “vaquinha” que vive no parque, esta internada desde domingo, tentando se recuperar de uma bicheira em estado avançado.

Tudo começou em um sábado, 08 de dezembro, quando uma voluntária, durante sua ronda de alimentação, encontrou nossa vaquinha com o rabo sem pelos. A região estava cheia de larvas, com sinais de infecção e mal cheiro, muito mal mesmo. Mas quando vamos alimentar os gatos, nem sempre estamos preparados com caixa de transporte ou gatoeiras para capturas. Então, no dia seguinte, domingo, outro voluntário foi até lá resgatá-la, mas Mimosa percebeu e não se deixou capturar. E infelizmente, desde então, sempre que a chuva dava uma trégua, tentávamos uma captura, mas a sorte não estava do nosso lado..

Nossa vaquinha com rabinho comprometido

Nossa vaquinha com rabinho comprometido

Sabem, é muito, mas muito angustiante de verdade saber que um gatinho precisa de ajuda e você não consegue capturá-lo. Dá uma sensação de fracasso muito grande, e uma tristeza profunda, porque cada hora que passa pode significar uma hora a menos que lhe resta. Mas capturar um gato, sobretudo em época de chuva torrencial, é uma tarefa bem difícil.

E assim os dias foram passando, e nossa angústia aumentando proporcionalmente. Durante uns 3 dias fomos ao parque em nova tentativa de captura, e ela nem sequer apareceu. Nestas horas, um vazio profundo invade a alma só de pensar que pode ser tarde demais e o pior já ter acontecido. 😦

Felizmente, São Franscisco deve ter ouvido nossos pedidos. No último domingo, dia 16 de dezembro, a voluntária Aline, nossa heroína das capturas, conseguiu finalmente resgatá-la. A pobrezinha estava muito debilitada e devia estar morta de dor pois entrou sozinha na caixa de transporte.

Mimosa foi levada às pressas para uma clínica, onde está internada desde então. Nossa vaquinha chegou sem forças pra nada, em um estado deplorável – possivelmente não lhe restavam muitas horas mais. Foi imediatamente medicada com morfina e antibióticos, pois seu quadro de infecção era bastante grave. Imaginem só, você sendo devorado vivo por larvas?

Se recuperando

Se recuperando

Nossa “pequena” Mimosa está respondendo ao tratamento. Apesar das feridas profundas, de muita pele necrosada no ânus e do rabo estar no osso, seu estado geral é melhor. Não restam mais larvas, ela está comendo sozinha, ainda que muito pouco, o cheiro podre não existe mais.

Na clínica aos cuidados da Dra. Tatiana

Na clínica aos cuidados da Dra. Tatiana

Mas isso é só o início de sua recuperação… Ainda não sabemos se os órgãos internos foram afetados ou não, ou se será necessário amputar o rabo. Seu estado ainda inspira muitos cuidados e ela toma muitas medicações contra dor e infecção. Temos apenas duas certezas:

– Não vamos poupar esforços para oferecê-la o que estiver ao nosso alcance até que ela esteja 100% recuperada;

– A conta do tratamento será bem alta, pois ela requer cuidados e acompanhamento intensivos, diversos medicamentos  e possivelmente será necessária uma intervenção cirúrgica.

Por isso, precisamos de qualquer ajuda para o tratamento da Mimosa. Será uma longa jornada, e toda ajuda para esta fofucha é mais do que bem-vinda. Para quem puder ajudar, os dados para depósito seguem abaixo: 

Bco Itaú, agência 0390, conta-corrente 01484-3 – Mayena Buckup

Por favor enviem um e-mail para mayena@bol.com.br confirmando sua transferência para que possamos identificá-la.

 

Mimosa e os voluntários do Bicho no Parque agradecem de coração!

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s